... Amo-te filho...: Juntinhos outra vez!!!!!!

Amo-te filho...

Páginas soltas de uma mamã babada e o seu filhote... Amo-te Filho!!!

Lilypie 2nd Birthday Ticker

19 setembro 2006

Juntinhos outra vez!!!!!!

Chegou então tão receado dia, até o Mauro acordou mais cedo (por volta das 7h), dei-lhe o biberão de leite e voltei a deita-lo, já não dormiu mais e ficou a brincar.
Pensei, pensei e pensei "ainda não vai hoje, fica para amanhã"
Mas depois lá me pesou a consciência, é para o bem dele, têm que se habituar e lá tratei de tudo, vesti-o e fomos para o infantário.
Chegamos por volta das 10 horas, a educadora chamou-o para o colinho dela e ele foi sem hesitar, sentou-o no tapete de actividades e ele ficou muito sério a olhar para 2 meninos que estavam a chorar, tadinho!
Estive um pouco na conversa com a educadora e assisti a isto: uma menina mais ou menos com o tempo dele, instalou-se em cima das pernas dele e ele que costuma ser "electrico" deixou e continuou impavido e sereno a inspecionar o que se passava ao pé dele! Depois a miuda começou a chorar e deram-lhe a chucha, ora a chucha tem um pendente parecido com o dele, que ele adora, não têm mais nada, saca-lhe a chupeta do boca e puxa o brinquedo para ele (que estava preso á babete) e vem miuda, vem tudo junto! Chamei por ele, mas a educadora a voltar a sentar a menina, o Mauro assustou-se com o brinquedo a sair-lhe das mãos e ficou tristinho. Custou-me tanto! Como é obvio, o carinho não é o mesmo!
Entretanto as educadoras disseram que era melhor ele ficar para o almoço e ir busca-lo ás 12h.
A custo saí e vim o caminho até cá fora a chorar, se ele tivesse ficado a brincar, a sorrir como é costume eu teria ficado mais descansada.
Fui para um café que tem um pouco mais em frente e fiquei a olhar para o infantário. Depois o papá veio ter comigo e o tempo teimava em não passar, finalmente às 11h45m fomos busca-lo,
Estava sentado numa espreguiçadeira, muito tristinho (estavam a tentar acalma-los para dormir). Assim que me viu quase saía pela espreguiçadeira fora. Fez-me uma festa e eu enchi-o de beijinhos, ficou logo todo sorridente!! iamos tirar umas fotos de recordação, mas ele já nem quis sair do meu colo.
A educadora disse que ele andou lá a brincar, que "fugiu" para debaixo da mesa e a bater com os legos no chão, que comeu muito bem a sopinha e não chorou uma unica vez.
No caminho para casa estava "electrico", ria-se, ria-se, bastava olharmos para ele que ele ria-se á gargalhada, estava mesmo feliz por estar connosco, agora esta a nanar.
Ainda é tão pequenino, mas pensei que não fosse sentir tanto a nossa falta...
Isto vai lá, vai custar mas vamo-nos habituar.
Amanhã, vamos enfrentar novamente este papão...
Amo-te filho

Ps: Muito obrigada a todas pelo apoio, custa muito, por muita confiança que tenhamos nas pessoas, é o nosso filho, é o nosso coração que se separa de nós e ninguém consegue viver sem coração, é um unico pensamento, o nosso filho, uma unica imagem, o ultimo olhar sobre ele antes antes de virar as costas... e isto doi

18 Comments:

At 4:19 da tarde, Blogger Rita :-) said...

Olá! Eu já não vinha aqui há muito tempo!

Nem imagino o susto que apanhaste quando ele se engasgou...

E o infantário?! Ai... ai... eu nem quero pensar quando a Di for para a ama... já tenho o coração do tamanho de um botão!!!

Quem me dera ser mãe a tempo inteiro e estar o dia todo com a Di para sempre. E quando ela fosse para a escola eu ficava cá fora a espreitar pela janela... mas não pode ser!

Beijos,
Rita e Di :-)

 
At 4:56 da tarde, Blogger PatLeal said...

Ai quando for a minha fez acho que vou chorar mais eu que o meu baby.

Ainda bem que não correu mto mal. Dá-lhe muitos miminhos hoje.

Jocas

 
At 7:04 da tarde, Blogger Cláudia said...

Eu sei que dói. O meu filho está no segundo ano de infantário e já esteve no berçário. Na segunda-feira saí de lá a chorar pela primeira vez. Vou passar a ir buscá-lo às 18:30h(hora a que fecha o infantário) por razões profissionais. E também chorei, e ele já anda nisto há mais anos...
Enfim, eles têm uma maior capacidade de adaptação do que nós, pensa nisso...

Muitos muitos beijinhos para uma menina especial, TU!

 
At 7:04 da tarde, Blogger Cláudia said...

Eu sei que dói. O meu filho está no segundo ano de infantário e já esteve no berçário. Na segunda-feira saí de lá a chorar pela primeira vez. Vou passar a ir buscá-lo às 18:30h(hora a que fecha o infantário) por razões profissionais. E também chorei, e ele já anda nisto há mais anos...
Enfim, eles têm uma maior capacidade de adaptação do que nós, pensa nisso...

Muitos muitos beijinhos para uma menina especial, TU!

 
At 9:17 da tarde, Blogger Nina said...

Vais ver que ele se habitua rapidamente:)
Beijinhos aos 2

 
At 8:35 da manhã, Blogger gaiatA said...

Olá :)
0brigada pelas palavrinhas que deixaste no meu cantinho.. Às vezes penso que o que me ac0nteceu f0i inadmissivel, com os médicos, como eu tive, p0rtugal não vai para a frente c0m tant0s err0s.. enfim.

O teu bebé é tão lindo :) qualquer dia já vai gatinhar pela casa t0da e aí é que vai ser a papa d0ce :P
Eu ainda o acho muito pequeno, precisa muito de ti p0r isso é que sente tanto a tua falta.. Mas quando se tem de pôr no infantário, vai custar sempre com 7 meses ou 2 an0s :\

beijinhO grande*

 
At 8:59 da manhã, Blogger Cláudia said...

Vinha desejar-te um Bom Dia... Beijinhos!

 
At 9:27 da manhã, Blogger Vida Envolvida said...

Embora o cordão umbilical tenha sido cortado nascença, independentemente da idade que os nossos filhos tenham, gostamos sempre de os ter bem pertinho!

O David ficou com a Avó até aos 3 anos altura em que entrou para o jardim de infancia. E o Dinis também fica com a avó.

Sou uma preveligiada ... eu sei!

Bjs

Susana P.

 
At 10:03 da manhã, Blogger Luísa said...

Aos poucos e poucos, habituam-se os dois... força! Estás a fazer muito bem essa habituação, um pouquinho de cada vez.
beijocas grandes

 
At 10:04 da manhã, Blogger Susana said...

Força amiga.....
Tanto te custa agora como se ele fosse com 2,3 anos.
Eu tenho toda a sorte do mundo,a minha menina desde o dia 16 de Agosto que fica em casa dos meus pais.
Mas esta semana a minha mãe já foi trabalhar e ela tem estranhado a falta da minha mãe, fica com o meu pai que já está reformado.

Beijos

 
At 11:38 da manhã, Blogger Estrela Rafaela said...

Querida, é assim mesmo - custa-nos dia a dia, mas tem que ser!
A Rafaela fica na minha mãe, eu sei que fica muitíssimo bem, mas custa-me separar dela... e ela de mim, pois agarra-se ao meu pescoço e quer ficar no meu colo... dou-lhe beijos e mais beijos e volto atrás para mais beijos... às vezes até fica a choramingar, mas depois a minha mãe vai com ela à janela para me ver e dizer adeus...
Ai que saudades já tenho... e ainda faltam tantas horas...
Beijos.

 
At 2:53 da tarde, Blogger Cristina said...

Como eu te comprendo....
No primeiro dia de infantário da Filipa (tinha 5 meses) deixei-a com muito custo e cheguei ao carro só me apetecia chorar...ainda choraminguei, mas tive que me controlar pois dali a 10 minutos ia começar a dar aulas. Seria muito mau chegar com os olhos e o nariz inchados no 1º dia de aulas.
Estive com um aperto no peito toda a manhã...

Agora já é mais fácil...mas tenho sempre imensas saudades dela.
bjs
Cristina

 
At 4:20 da tarde, Anonymous carla m. said...

Não ta a ser facil mas voces vao se habituar a isso, tem calma.
Beijinhos grandes

 
At 4:23 da tarde, Blogger Pensamentos Felizes said...

Olá
também eu estou a pensar em colocar o alexandre num infantário mas pesa-me tanto esta decisão... mas por outro lado é a unica maneira de fazer alguma coisa com os projectos que tenho em mãos...
beijinhos e muita força
Cris

 
At 12:34 da tarde, Blogger ALEXIA said...

Deve custar mais a mãe que a ele....ele vai gostar vais ver, e também sei que custa muito deixá-los, vai ser um processo de habituação aos dois.

um beijinho para esta etapa

 
At 3:26 da tarde, Blogger PaulaB said...

Olá Miguinha, deve ser mesmo dificil, mas com o tempo começa a ser divertido. Beijinhos

 
At 3:30 da tarde, Blogger PaulaB said...

Olá Miguinha, deve ser mesmo dificil, mas com o tempo começa a ser divertido. Beijinhos

 
At 4:48 da tarde, Anonymous Alice+Duarte said...

Olá

Estive a ler os teus post e compreendo a angustia q estás a sentir em relação ao infantário.

Venho te deixar outra experiencia positiva :
O meu Duarte foi para o infantário no dia a seguir a fazer 5 meses! Claro que me custou mto e se pudesse tinha ficado em casa + tempo, mas a vida não está para isso.

Ele adaptou-se bem, mas ainda hoje me custa MUITO !

Aliás eu tinha a hipotese de ele ficar com a avó paterna, mas eu não quis, acho que as crianças desenvolvem mto mais no infantario, e além do mais se depois o pussese lá com 2 ou 3 anos era pior para ele.

Mas como já foi dito, eles tem maior capacidade de adaptação que nós.

Já agora como ficaste em casa até aos 7 meses ? Não trabalhas ?

Bjs e força para esta nova etapa na vossa vida.

Alice+Duarte

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home